domingo, 29 de dezembro de 2013

UFC: onde foi parar nossa humanidade?

Olhem bem e enxerguem onde está nossa humanidade
Eu sempre me indaguei a respeito dos motivos de tanta audiência que tem o UFC. Uma luta que a realização plena da transformação da violência, da força bruta sem limites, em espetáculo.

Multidões se reúnem para admirar esse show pelo mundo afora. Aqui no Brasil, ficam acordadas madrugada adentro para assistir homens e mulheres destruindo-se mutuamente, como se estivessem num Coliseu eletrônico.

Do outro lado da tela, romanos contemporâneos entorpecidos pelo gosto da violência. Quanto mais hematomas, quanto mais sangue, melhor.

Eu lembro dos debates a respeito da violência do boxe de décadas atrás. Hoje, eu vejo que o boxe é uma luta entre cavalheiros, cheia de regras e de limites.

É possível até mesmo enxergar hoje alguma arte no boxe, alguma beleza nos movimentos dos lutadores, alguma ética que limita os ataques e lembra sempre que aquilo se trata de um esporte.

Eu lembro da ingenuidade do telequete, onde a violência era apenas simulada, mas já me causava essa sensação de desconforto.

Já o UFC, é a força bruta transformada em arte-marcial, onde lutadores já inconscientes continuam a receber sem misericórdia violentos golpes na cabeça, como se vencer justificasse tamanho ato de animalidade.

E é exatamente nesse momento que a massa entra em delírio, como se desejasse que o juiz jamais parasse a luta.

Quando eu vi hoje a foto da perna de Anderson Silva se partindo ao meio e os vídeos mostrando em câmera lenta como isso aconteceu, eu percebi que não era um membro de um lutador brasileiro e seu destino que estavam em jogo: era nossa humanidade, de quem nos distanciamos mais a cada dia.

Por isso, foi inevitável a lembrança da eterna frase de Chaplin e do quanto ainda vale que ela seja repetida hoje:

"Não sois máquina! Homens é que sois! E com o amor da humanidade em vossas almas! Não odieis! Só odeiam os que não se fazem amar. Os que não se fazem amar e os inumanos!"

209 comentários:

1 – 200 de 209   Recentes›   Mais recentes»
Guilherme santoro disse...

Eu como sendo um travesti viadao sou contra o ufc!

Anônimo disse...

Cara, que texto péssimo. Você mostrou claramente que não entende NADA de MMA, muito menos das regras do UFC. Sugiro da próxima vez que for escrever um artigo criticando um tema, pesquise e se informe sobre ele, para não falar tanta asneira quanto no texto acima.

Abraço!

Gabriel disse...

só sendo mto viadinho mesmo, pra sair falando um monte de besteira, de um esporte que não conhece, nem acompanha, que apenas ver cenas ou outras... Trouxa !!

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkk quanta merda num texto só vei,existe uma linha muito tênue entre o esporte do MMA e a violência deliberada,as lesões na maioria das vezes são externas,existe um conjuto de regras bem rigido,entao,se você não tem estômago pra assistir,não assista,simples assim,e outra,como todos os esportes a luta tem seus beneficios, no ensino de principios,e se tem um bando de idiota que assisti esse esporte e se motiva a praticar atos violentos,o problema está nesses sujeitos,e nao no esporte.E mais idiota ainda é quem consegue distorcer a noção das coisas a esse ponto. O futebol presencia lesões tao graves quanto a luta e não vejo ninguem falando nda

cristiano souza pena disse...

Olha Véio, sua infelicidade foi extrema, se você quer falar de selvageria, fale das guerras de torcidas onde a covardia impera, onde várias pessoas agridem a uma única, onde essa agressão se não paralisada por alguém sempre acaba em tragédia..... Fale da covardia da polícia, cada vez mais despreparada e mal remunerada, fale dos favelados que são oprimidos pelos cartéis e esquecidos pela autoridades, mas não fale de um esporte que é praticado com seriedade e organização, que conta com todo um aparato de apoio e suporte aos seus praticantes, que tem organização e segurança na chegada e na saída propiciando a possibilidade da família toda fazer parte, e o mais importante, "sem medo de participar".

Douglas disse...

Cara, após esse texto totalmente sem sentido, não quero nem ver o que mais tem nesse blog... Apenas peço que pesquise a vida dos lutadores e o que eles fazem em academias pelo Brasil, especialmente o que a arte marcial e o MMA traz para crianças carentes em muitos lugares e academias pelo Brasil, muitos lutadores tem projetos em comunidades carentes e muitas crianças estão sendo salvas pelo esporte. Portanto, pare de criticar para ter audiência nesse blog de merda e poste como o MMA esta tirando crianças e jovens das ruas, as regras da luta ou quem sabe quantos profissionais da área da saúde acompanham o treinamento e no momento da luta.
Abraço, e estude um pouco mais.

Junior disse...

Texto ridículo de quem não se deu ao trabalho de estudar pelo menos um pouco o assunto...UFC tem regras rígidas e o juiz está em cima para manter a integridade do atleta.

Anônimo disse...

Texto belíssimo. Super apoio

Tiago Dias disse...

Qual foi a asneira? O texto esta correto.

Tiago Dias disse...

Onde está a asneira?

Tiago Dias disse...

Lesões existem em todos os esportes. Muitas vezes por esforço repetitivo, sem contato algum com outro atleta. Mas se você acha normal um esporte permitir quebrarem o braço de outro atleta para vencer, não vou discutir contigo, apenas discordar.

Tiago Dias disse...

Não confundam o beneficio que uma arte marcial como o jiujitsu, karatê, judo pode dar a uma pessoa ou comunidade com as lutas de MMA. Quem pensa que é a mesma coisa esta errado.

Anônimo disse...

Pois se isso se chama esporte, já nao sei o que é violência!!!!Totalmente a favor de quem escreveu o artigo..

FelipeFalado disse...

NO futebol eu posso quebrar a perna de um adversário com um carrinho maldoso e bem mirado. Se você argumentar dizendo que o atleta é punido, eu diria que no MMA só se quebra o braço de um adversário se o próprio adversário não desistir da luta.

Helder Garcês disse...

É amigo isto dava pano para mangas sabes como morrem os frangos ,as vacas e os porcos que comes !? Sabes o significado de violência !? Falas te no boxe tem regras !? E no boxe comem orelhas !? Tens de refletir abraço de Portugal

Anônimo disse...

Os comentários contra o texto mostram a ignorância de quem apóia esse pretenso esporte. Nada justifica essa selvageria.

Anônimo disse...

Que imbecil! Meu amigo, sabes o significado do MMA? Banalizar o MMA como violento é presumir toda e qualquer arte marcial como sendo violenta. Agora me cite uma morte de UFC? e no boxe, poise, neste ano um lutador morreu. Pelo que vi nao deves ter qualquer conhecimento de regras, enquanto que o MMA o KO encerra a luta, no BOXE se o adversario levantar ainda continua, sendo assim, basta comparar as sequelas provenientes do boxe para com as do MMA. Portanto, antes de escrever qualquer asneira, se informe, pesquise.... Não banque o imbecil como assim o faz.

Eduardo Melo disse...

Ontem após a Luta e a contusão de Anderson Silva eu postei algumas coisas uma delas causou a polêmica habitual e hoje depois de ler e ver tudo o que foi possível eu acho que tenho a resposta.

Perguntei se o UFC era ou não Esporte.

Uso para a tal definição as palavras do Chefão do UFC, Dana White.

Por duas vezes em sua entrevista coletiva ele se refere ao UFC como um Show. Então chego a conclusão que o UFC supera a visão esportiva e se transformou num show. O que é lamentável por que em determinado momento esquece que ali então seres humanos. Outro aspecto que podemos levar em consideração para fortalecer essa visão de Show é o comportamento da Rede Globo com relação ao acontecido.

Mantendo a tradição de transmitir as lutas Ao Vivo, quase no dia seguinte, ela simplesmente ignorou a contusão e continuou apresentando as prévias da Luta como se nada tivesse acontecido ainda, dava até a impressão de que na Globo o resultado seria Diferente.

Foi lamentável, foi triste, mas foi um acidente de trabalho!!! Não tem como se prever algo assim, e poderia ter acontecido em qualquer esporte, em qualquer show. Foi triste ver a dor do campeão, dor maior ainda é a da incerteza do que pode acontecer com ele. Porém duas coisas são características do povo Brasileiro: Não necessariamente nessa ordem acredito que A primeira o Bom humor, mostrado nas postagens de muitos sobre o fato (não acho nada de mais, de repente essa é a forma encontrada para superar a dor) a outra característica é a da superação, Superação já provada por muita gente, famosos, anônimos, Brasileiro se supera e mesmo sendo difícil tem grande chances dele Voltar a lutar.

Força Anderson Silva, e mesmo que não dê mais, não é todo dia que se é o Maior de todos os Tempos.

E ao povo Brasileiro, seria interessante que além de especialistas em UFC também pensássemos em ser especialistas em Enchentes, Eleições, Erradicação da Fome, Erradicação da violência contra a mulher!!!!! E que a nossa indignação, não vá para as ruas por duas semanas!!!!!! Eleições vem ai!!!!!! Especializem seus votos!!!!!!!

By Andre Guerra

Anônimo disse...

Texto perfeito. Em pleno século XXI assistirmos estes ato de violência pura e selvageria animalesca é inconcebível. Mas pelo nível dos comentários acima fica claro, porque faz tanto sucesso na nossa cultura tupiniquim. Na minha opinião não passam de um bando de viado que precisam se degladiar para encobrir a homossexualidade. Ah e isto serve para os defensores também ou melhor simpatizantes.

Tany Barboza disse...

Querido continue com sua posição. Um bando de idiotas acham maravilhoso e pagam caro para ver essa aberração que são lutas sanguíneas. Penso que pro futuro veremos novamente pessoas serem despedaçadas em arenas como se fazia na antiguidade só para satisfazer o desejo podre e sem humanidade das pessoas. E triste pensar que uma mulher da a luz com dores cria um filho com sofrimento para vê-lo sendo transformado em um mostro com o corpo deformado luta pós luta. Se alguém pode lutar a ter ser brutalmente machucado você também pode continuar repudiando isso. Abraços

Anônimo disse...

Texto maravilhoso!!! O entendimento dele é para quem tem o mínimo de sensibilidade e senso de humanidade.

Gamboa disse...

idiota é que apoia esse tipo de " esporte", o UFC. Realmente não vejo falta de informação e nem acho o texto ridículo. Ridículo essa essa cornicina desvairada e que apoia esse tipo de luta, mas tudo bem. Oque vale é o espetáculo, enquanto isso batemos palma e defendemos também, Enquanto perdemos tempo em lamentar uma perna quebrada, milhares de pessoas estão sendo mutiladas em hospitais públicos sem condições nenhuma de atendimento, parabéns Brasil, um país de tolos

Paulo Spadano disse...

Não Gosta??? MUDA DE CANAL!!!!

Alisson disse...

Há, é um daqueles que tem a utopia que o homem tem que se livrar da violência pra ser tudo bonzinho e vivermos como os aliens dos livros espiritas, aposto que apoia o desarmamento e não duvido que seja socialista.
Só sonhos de quem acha que as coisas são resolvidas por vontade e boas intenções.

Renato Gentile disse...

Auto-afirmação do macho ao estilo homem das cavernas. Mas eles quebram a perna e continuam ganhando milhões. Gosto é gosto.

Marcel disse...

Meu amigo, não tem óido ali, essa frase do Chaplin foi equivocadamente comparada ao esporte, e o MMA é menos prejudicial que o boxe, procure ler mais um pouco.

Anônimo disse...

A diferença entre isso e uma rinha é que esta acontece entre seres irracionais. O octógono, também, é um pouco maior que o rinhadeiro. Desculpem-me os fãs dessa barbárie, mas estamos perdendo a noção de humanidade, sim! Quanto às "moçoilas" ressentidas com críticas ao seu "esporte" preferido, aceitem o contraditório, oras! E, calem a boca!

Ray Aguiar disse...

Cara que texto idiota. Um nó cego que estuda filosofia no primeiro semestre vem querer ensinar sobre a humanidade com frases de Chaplin e falar mal do esporte. Quantas pessoas crianças vêem nesse esporte a oportunidade de um futuro digno, saem todo dia cedo de casa pra treinar, dao duro, se esforçam, e vem uma margarida ai falar mal de todo o esforço e dedicaçao deles. idiota

Anônimo disse...

Muito antes do MMA se popularizar eu também tinha esse pensamento: que o UFC não passava de um show de selvageria. Aliado a isso, eu via que maioria das pessoas que "curtiam" esse tipo de atração eram playboys marrentos.
Tudo mudou quando assisti uma luta de uma lenda antiga do UFC, o russo Fedor Emilianenko, e percebi que existia uma arte ali. Quando passei a enxergar os lutadores de MMA como (maioria deles) mestres de academia, que pregam respeito aos seus alunos, pais de família e profissionais em geral que estão tentando ganhar dinheiro com aquilo que eles sabem fazer de melhor (afinal, dedicaram boa parte de suas vidas às artes marciais),percebi que aquilo era um esporte como qualquer outro, inclusive os riscos de acidente (como o caso de Anderson Silva e muitos outros). Algumas pessoas menos informadas podem achar que não existem regras ali, mas se pesquisassem um pouco sobre, notariam que existem sim muitas regras, um juiz atento a qualquer lesão grave, buscando sempre manter a integridade do lutador, e médicos de plantão atentos a qualquer emergência (não é a toa que Anderson Silva recebeu tratamento imediato e passa bem, longe de qualquer sequela - exceto, é claro, o trauma psicológico).

Joao Pinto Pinto disse...

Eu te digo aonde está a asneira lendo só o começo , porque tamanha ignorancia nem deu vontade de terminar o texto

aqui está uma das ignorancias
"Já o UFC, é a força bruta transformada em arte-marcial, onde lutadores já inconscientes continuam a receber sem misericórdia violentos golpes na cabeça, como se vencer justificasse tamanho ato de animalidade."


Concordo com o amigo , isso mostra O QUANTO VOCÊ NÃO SE INFORMOU NADA SOBRE O ASSUNTO PRA COMENTAR SOBRE ELE!

MARIA LUCIA Cardoso disse...

Selvageria animalesca e insana. Mais ainda de quem aplaude essa merda toda.

Anônimo disse...

O cara não entende nada sobre o assunto, mas isso não impede de bostejar uma tonelada de asneiras provocando vergonha alheia em quem lê.
O autor é professor de historia, deveria se limitar a sua área de atuação que é decorar fatos e repeti-los como um papagaio.

Anônimo disse...

Perfeito é exatamente dessa forma que acontece. Só quem não conhece a história chama isso de "esporte".

Débora Mafra Espeschit disse...

IGNORÂNCIA, SELVAGERIA, DOIDEIRA, PIRAÇÃO!

matrakinha disse...

kkkk o texto ta bem escrito , MMA é um ¨esporte¨violento sim , não vou mentiri aqui e nem ser hipocreta assisto algumas lutas e quem fala que não é violento , e porrada pra todo lado kkk ta mentindo kkkk o pior não é os caras se matarem pq penso que todos de o livre arbítrio ooo pior mesmo é esse bando de troxas querendo comparar MMA com o futebol kkk é muita pretensão mesmo achar que mma pode se comparado com um esporte como o futebol e o pior e ver lutador dizer que é um esporte como o futebol , so que na~hora de enfrentar um amigo de treino no MMA os lutadores não aceitam até hoje so vi o machida enfrentar um amigo ele sim é profissional o resto é td mimi MMa é pra pessoas frustado que não sabem chutar uma bola kkkkk

Anônimo disse...

o que motiva o público desse tipo de show é a incapacidade que esses têm de expressarem suas raivas, suas indignações e revoltas, dai buscam ídolos desse tipo para suprirem suas necessidades violentas. São pessoas fracas e incapazes de cuidarem da sua própria vida. É lamentável.

Anônimo disse...

Nem um guerreiro como se diz nas lutas, desiste por um braço que brado. Isso é superação do atleta, mas uma quase loucura pela vitória. A luta tem suas regras e seus limites, mas infelizmente também me peguei querendo ver essa violência, só que pelo patriotismo. Fui atleta profissional e já vi a vitória ser relatada por diferentes formas desonrosas. Conclui-se que as pessoas não querem atletas competindo, e sim homens quase que se matando, como no coliseu. Houve uma época em que as lutas sessavam conforme fosse o tamanho do ferimento hoje esse prazo é um pouco maior eu creio. Fatalidades nas lutas acontecem como está do Anderson. Mas cabe ou UFC controlar os seus atletas e aos fãs aceitarem ou não o que se transmite.
Luta não é briga. Abraço a todos fiquem com Deus.

JR disse...

PROIBIRAM RINHAS DE GALOS BRIGAS DE PITT BULLS, POREM A VIDA DO SER HUMANO, QUE VALEM MUITAS VEZES MAIS, NÃO PROIBIRAM O MMA,UFC, PORQUE FAZ PARTE DESTE MUNDO CAPITALISTA NOJENTO, ENQUANTO TEM PLATEIA E GIRA BILHÕES DE DÓLARES NUNCA IRÃO PROIBI! ESTAS LUTAS DE MMA, E UMA BRIGA DE PITT BULLS PRA MIM NÃO TEM DIFERENÇA, POIS INCITA A VIOLÊNCIA CONTRA O SER VIVO! E PODEM DISCORDAR E FALAR O QUE QUISER POIS É A MAIS PURA VERDADE!!!!

Anônimo disse...

Veja bem, a maioria que escreve a favor do MMA nestes comentários usa palavras de baixo-calão, ofensivas, com um português horrendo, de quem foi a vida toda "empurrado" no ensino medíocre do estado brasileiro (e as particulares, na sua maioria, seguem a mesma regra). Infelizmente, uma grande maioria ignorante (ignorante significa falta de cultura, conhecimento, talvez até por falta de oportunidade ou interesse, não confundam com ofensa pessoal) defende cega e insanamente este tipo de "show" (porque esporte isto jamais foi e jamais será, a não ser que briga de galo e cães também seja considerado esporte por estas pessoas incultas). SIM, é exatamente o que existia na Roma antiga, só alguns séculos depois com mais tecnologia e glamour - sim uma luta toda glamurosa, bem para os enfrescalhados, bando de viados embustidos travestidos de machões! Ha, ha, ha :)

Anônimo disse...

Estou procurando o esporte e ainda não encontrei!

lgc disse...

Os comentários são extremamente coerentes com a estupidez do esporte: gay, bicha, traveco. Pior, feito por inválidos mentais e provavelmente inaptos a entrar no octógono. Queriam muito entrar, mas são incapazes pois seus cérebros não possuem nem a metade de um neurônio, nível mínimo necessário para praticar esta brutalidade "heterossexual". Rindo muito!

italo Barbosa M disse...

Entendo perfeitamente o que se passa na cabeça do autor. Eu tinha uma opinião parecida antes de conhecer bem o esporte. Hoje sou fã e assisto a todas as lutas do UFC e já vi e mil vezes todas as lutas do PRIDE. Texto fruto de uma visão superficial de MMA. Vc faz ideia de quantas fraturas/ ossos partidos/ cirurgias/ etc o Bob Burnquist tem ?? INÚMERAS!! E por que não proíbem ou condenam esportes radicais ??? Algo a se pensar..

Alyson Vilela disse...

Também acho que o autor falou do que não conhece e discordo do texto dele. Mas a coisa mais imbecil que apareceu aqui até agora foi a definição que você deu para história.

Anônimo disse...

Já viu um dos quase 60 mil corpos de brasileiros mortos todos os anos pela violência urbana? Isso sim revolta!
Mas a moda é ficar contra os que se ferrem no esporte, né?

thiago sturmer disse...

Interessante seu ponto de vista, mas prefiro ver homens digladiando do que animais nas touradas, ou em eventos onde são mutilados apenas ao bel prazer humano... pois se bem lembram todos os lutadores de MMA fazem o que mais amam, que é lutar, e sera que o touro tem esta escolha... abraço...

Anônimo disse...

Esporte?

Alan Michel Brasseur disse...

O que me faz desacreditar da humanidade não é a questão da violência no UFC, mas ver que o ser humano não tem limites pra escrever besteira. Velho, sinceramente, você não passa de um espectador ignorante que de fato não entende NADA de lutas. Não sei nem como teve a audácia de querer falar do boxe. Comparou com o Coliseu como se os lutadores de MMA estivessem lá por obrigação. Procure se informar mais, talvez assim você tenha de fato argumentos

Hernani Santos disse...

ILUSÃO de quem pensa que as regras do ufc preservam a integridade dos lutadores. As pancadas na cabeça podem causar inúmeras consequências entre elas o alzheimer. ILUSÃO sim, achar que isso é esporte. Se trata senhores de uma profissão. A de Gladiador, pois evoca o retrocesso da civilidade. Um atleta, um desportista JAMAIS visa a destruição física do oponente. O resto é hipocrisia barata. Falar que alguém erra ao criticar o Ufc por não ter conhecimento das regras é ridículo. Estudem sim os danos ao cérebro que são irreversíveis. As artes marciais são louváveis. São artes e esportes sim e não deveriam ser manchadas por esta "profissão" que remete a Roma antiga.

daniel disse...

Noooosa! Quanta ignorância! Pra começar, o UFC NÃO É um esporte mesmo, é um show, um evento, não se pratica UFC. MMA é Mixed Martial Arts (Artes Marciais Mistas) ou seja, uma modalidade de luta para vários estilos e artes como o Muaythai, Jiu-Jitsu, Tae Kwon Do. Isso é Esporte!

Bando de ingnorantes em comparar brigas de galos, e outros animais com as artes marciais. O nome já diz, [briga], os animais brigam de verdade até a morte, e obviamente não pensam como nós humanos, não raciocinam, seguem extintos animais. Os competidores de Artes Marciais lutam conscientes e sabem porque está lá,treinam duro e sabem se defender, conhecem as regras, ninguem luta por obrigação.

Artes Marciais não é violência, nem no UFC, ao final das lutas, pode se observar que os competidores se cumprimentam e se abraçam, são amigos, e vocês querem rotular as lutas como selvageria?? por causa de um sanguinho escorrendo? todo esporte ocorre lesões.

Não vou jogar culpa de violento no futebol, mas, nesse esporte é observado mais atos violentos do que nas Artes Marciais, o pior de todos já se encontra na torcida, e depois, os próprios jogadores ficam cheios de marcas e vergões de tanto apanhar na disputa de bola. E vemos muito tambem, jogadores BRIGANDO por algo dentro de campo, havendo até agressões físicas. Isso é BRIGA, diferente de LUTA!

Novamente encontro ignorância, em ver tantas pessoas desinformadas falando MAL das Artes Marcias, pregando os problemas da nossa realidade social, sendo que postam esses comentários tolos cheios de erros ortográficos. Aposto que nem a metade de vocês, sabem se eu deveria colocar "mal" ou "mau", onde está em destaque neste mesmo parágrafo, para que esteja correto.

As Artes Marciais, acima de tudo, nos ensina: cultura, disciplina, responsabilidade, ética, respeito, perseverança, percistência e muitas outras virtudes!

Antes de julgarem, vão estudar primeiro! E só duas observações: 1º Os esportes radicais como um todo, desafiam a vida, além de competidor de Muaythai, tambem sou paraquedista, o que acham disso? Pensem...
2º Gosto é gosto, é igual bunda, cada um tem o seu!
Obrigado a todos.
feliz 2014!

rogerio carneiro disse...

o texto acima é um texto sem fundamento, as afirmativas feitas sobre o esporte não ter regras só pode ter sido feita por alguém que não conhece o esporte sobre nenhum ângulo, e afirmar que parece com o Coliseu é um desrespeito, pois ninguém é obrigado a lutar, e o reconhecimento que tem a luta, é um mérito de esportistas que lutam para isso e que tem amor ao que fazem.

ingridvaibrincardecasinha disse...

Concordo. Esporte, pra mim, preza pela vida do outro. Pela integridade do outro. Ano passado assisti ao Jogos Vorazes e saí do cinema muito pensativa, não acho absurdo que isso venha acontecer. E se fizessemos um paralelo, os Jogos Vorazes nada mais é do que a evolução do MMA. E me desculpem os "revoltadinhos" de plantão. Não existe espirito esportivo quando se deseja tirar o sangue de outra pessoa. ÓTimo texto!

Anônimo disse...

cara cada um tem um ponto de vista sobre o MMA mas uma coisa é certa muito melhor eles são felizes assim assim então vamos respeitar a decisão dos lutadores

alfredo jr disse...

Esse é o tipo de assunto q é perda de tempo discutir, cada um tem a sua opinião e pronto. Acaba virando ofenças.
Que tal então falar sobre este governo que está nocauteando o povo a anos, isso sim é violencia, e vai ficar pior. O que estão discutindo é nada perto disso, acho que todos concordão então vamos lutar pelo que traga benefício ao povo sofrido desse país.

Danilo Gomes disse...

Simplesmente não veja, ninguém lhe obriga a vê, mas pelo contrário,vc foi na net vê o anderson silva quebrando a perna! Ou seja, vc se deixou levar pelo que tanto diz não apoiar! Um esporte é exatamente isso, é não vê, mas sentir! Você sentiu o acontecido mesmo sem vê!

Pedro Porfírio disse...

Quando a violência explicita passa a ser vendida como um produto midiático uma gama de outras violências do dia a dia são estimuladas e se tornam menos chocantes. Nos Estados Unidos este tipo de VIOLÊNCIA EXPLICITA É COMO SEXO EXPLICITO - só passa em Pay-per-view.

Venâncio disse...

Impressão errada nesse comentário infeliz desse blog e que reflete a opinião de muitos. É uma pena que as pessoas ainda falem do UFC, sem conhecer, classificando como brutalidade. Um esporte como outro, regido por sérias regras e acompanhado por médicos, juízes e lutadores que sabem o momento de interromper a luta, garantindo a integridade dos atletas, onde os participantes não mostram só força bruta, mas também suas habilidades nas mais diversas artes marciais. Lesões são fatalidades e acontecem em todos os esportes, não julguem o esporte apenas pelo que acham que sabem. #ForçaSpider

Piter disse...

Perdi tempo lendo um texto bosta

Anônimo disse...

Gosto de entrar nesses Blogs e ver os comentários. Muito melhores que o texto, na maioria das vezes. Eu sou mulher e gosto de MMA, mas não tenho estômago pra ver quando algum lutador tem fraturas etc. Gosto de ver a luta, mas quando sai sangue, eu paro de ver. Concordo em partes com o autor.

Fabio disse...

Eu assisto de vez em quando as lutas. Hoje em dia, sei que existem regras específicas e um cuidado grande por parte da organização. Entendo que, como em qualquer esporte, você tem os limites da desportividade. Ou seja, não é porque você "briga" com alguém ali no octógono que você é necessariamente inimigo dele ou vai ter algum problema fora dali. Pelo contrário, pode ter até amizade. Mas é preciso ainda mais consciência nesse esporte que nos demais, visto que as lesões são objetivos comuns. Assim, é importante fazer essa distinção.

Anônimo disse...

Grande texto. A falta de argumentos mostra onde está a humanidade e a inteligência dos adoradores do ufc.

Anônimo disse...

Ninguém aqui quer saber de regras de MMA ou UFC, o que está em questão é o tipo de modalidade super violento e que se transforma em barbárie na maioria das vezes e insistem em dizer que se trata de um "esporte", jamais será.

adilson carvalho disse...

só não concordo em um aspecto, sou um apreciador do MMA não perco uma luta, porém, não concordo quando o lutador já caido e nocauteado o outro ainda lhe desfere varios socos com ira e violencia, como se estivesse vingando algo. Deveria haver uma regra que acabasse com essa prática.

adilson carvalho disse...

só não concordo de porrada depois de caido e nocauteado. Deveriam criar regras para esse tipo de pratica.

Anônimo disse...

mimimi.

Xandao Bio disse...

...pra quem consegue entender diferente disso, presta atenção em cada golpe,e cada esquiva, ou no erro do oponente que está apanhando...ou no acerto do que leva a melhor! Já quem foca na violência ou sangue, talvez tenha rever seus próprios conceitos. Principalmente, quem tem uma visão tão limitada a isso ao assistir uma "partida" de MMA.

Joacy parente disse...

Será que a masculinidade é provado pela violencia num esporte?erá que todos quepraticam o esporte são machos de verdade?Será que aquele mote de macho se agarrandoMMA não é sinal de viadagem?

Anônimo disse...

Já lutei judô, karatê, capoeira (que é mais dança que luta); tenho um saco de boxe e luvas em casa, que de vez em quando uso. Mas jamais seria capaz de lutar como estes animais. Quer entender o por que de vc considerar o MMA um esporte e o defender como
uma luta como as outras?
Então, dê uma lida no texto que segue, pois ele te ajudará, se vc tiver uma boa compreensão de texto.

Do riso ao trote: A origem da violência, de Sírio Possenti


Andamos cansados de assassinatos em escolas, aqui e nos Estados Unidos, de guerras estúpidas e de trotes violentos que, de vez em quando, terminam tragicamente. Mas acho que deveríamos ser menos cínicos, e começar a considerar normais essas coisas, a não ser que decidamos ir fundo e pôr em questão também outras formas de relacionamento humano que tendemos a considerar não problemáticas.

Para começar, considere o caro leitor as piadas. Podem ser piadas relativas aos portugueses ou às loiras, mas as relativas aos homossexuais ou aos negros são exemplos mais evidentes. Freud acha que, quando fazemos uma piada, estamos de alguma maneira substituindo uma agressão física por uma agressão verbal, mesmo que a piada obrigue essa agressão a ser indireta. Se seguirmos Freud, admitiremos que o desejo de destruição do outro – de qualquer um que seja diferente – só não é posto em prática por repressão, dito de outra maneira, como efeito de civilização, que é em grande parte um conjunto de tecnologias para controlar pulsões, instintos. A distância entre uma guerra e uma piada racista é grande, certamente, mas ambas pertencem à mesma linhagem: são uma forma de agredir o outro, de expressar a certeza de que o outro não é como nós.

Jogar calouros que não sabem nadar numa piscina, durante um trote – ou convidados em festas caseiras – é, para muitos, apenas uma diversão. Pode ser verdade que não haja nenhuma intenção – consciente – de provocar a morte de alguém. Mas fica uma pergunta incômoda: por que divertir-se jogando os outros na água?

Mudo de cena, sem trocar de tema. Nos domingos à tarde, num dos programas mais assistidos da televisão brasileira, um ponto alto são as “vídeo-cassetadas”: em geral são cenas domésticas nas quais ocorre pequeno acidente inesperado. A sagrada família brasileira se diverte, o povo mais pacífico do mundo chora de tanto rir. Ri de alguém que se arrebenta, que corre risco de ferimentos, que sofre humilhações diante de platéias que se tornaram multidões por via da televisão. Um espetáculo de puro – pequeno? – sadismo.

Depois alguém dá um tiro em alguém por nada (por dá cá aquela palha, dir-se-ia) e todos nos horrorizamos, não entendemos de onde vem tanta violência. Ora, vem de dentro de nós, de todos nós. Se não cuidamos disso todos os dias, se não cultivamos a leveza e a delicadeza, só nos divertiremos com muito álcool, algum pó e alguém jogado na água. E se ele morrer, diremos que só estávamos nos divertindo um pouco. Não sabemos mais nada. Nem a semântica de “só”.

Daniel Guinter disse...

O cara que aceita lutar no MMA só tem duas coisa na cabeça ganhar dinheiro e e merda.
Com um unico golpe o cara pode morrer mas e ele tiver um depósito gordo na conta vale a pena o risco, imbecil vai adiantar ter uma conta com mais de de 9 digitos como saldo se ele ficar vegetando numa cama ou se quando parar não tiver cntrole do seu corpo para poder curtir a grana que ganhou dando seu sangue, idiota o seu cerebro vai ficar tão fragilizado que até o seu sistema nervoso vai ficar descontrolado seja ignorante igual os jogadores de futbol americano que de tanto levar pancadas na cabeça estão tendo esquisofrenia e por ai vai mas a vida é do carra burro somos nós que damos audiencia para está merda toda que tem na tv.

Anônimo disse...

Não me lembro te ter lido textos sensacionalistas como este na época que o Ronaldo Fenômeno teve aquela fratura seríssima no joelho em rede mundial... Pouca informação = Ignorância. Se informe sobre a técnica, disciplina e mentalidade dos verdadeiros profissionais do MMA antes de expor um texto fraco destes.

Eduardo disse...

Direto ao ponto:

O argumento de que em vários outros esportes existem diversas fraturas é inválido, pois estão desviando o foco da crítica.

A crítica não é direcionada ao fato de ser correto ou não o atleta ter fraturas durante a prática do esporte, pois, isto faz parte de praticamente qualquer esporte onde acontecem acidentes. A crítica é direcionada ao avanço que vemos no gosto pela violência como espetáculo exatamente como o autor colocou com o exemplo do coliseu onde o alvo da audiência era a violência.

Não me venham com o argumento tendencioso e tapado de comparar skate com MMA. São objetivos diferentes: Um busca vencer os adversários através de manobras e habilidades com o skate e, eventualmente alguns sofrem fraturas sérias e, no outro, o objetivo é exatamente utilizar o domínio da arte marcial para nocautear, espancar e, se for preciso, fraturar o adversário para conseguir a vitória, enquanto uma massa de pessoas assiste e aplaude. Ou seja, estamos sim, reconstruindo um coliseu televisionado e ponto.

Outro argumento tapado e tendencioso é vir me dizer que os atletas e organizações ajudam crianças carentes e comunidades...

Por favor. O fato de um atleta ser uma pessoa altruísta, não qualifica o "esporte" e avanço do gosto pela violência das massas, isso é ópio para mentes medíocres que buscam racionalizar e justificar seus gostos desumanos e atos. O atleta poderia estar ajudando atuando e outro esporte ou até fora do esporte, como muitos desconhecidos fazem, mas não possuem apelo de mídia.

E quanto, a alguns comentários do tipo "viadinho", "mimimi", "você não sabem nada de MMA", por gentileza, voltem para a escola primaria ou aprendam a colocar seus argumentos de forma mais clara.


Anônimo disse...

Lesão semelhante a do Anderson Silva eu já vi dezenas (que são transmitidas pela TV ou YouTube), e foi a primeira vez que vi isso no MMA, um cara que vi quebrar o braço lutando MMA foi o Minotauro, que só quebrou o braço porque quis ser orgulhoso e não quis desistir da finalização do Frank Mir! Continuo achando o texto uma porcaria! E no MMA se duvidar existem mais regras que no boxe!

Anônimo disse...

Provocar vergonha alheia em quem lê?
A sim! A mesma que tive ao ler a sua resposta para a "área de atuação de um professor de história".
Parabéns, 'bosteje' mais...

Anônimo disse...

que bom que o autor do blog teve a hombridade de permitir em sua moderação a quantidade de comentários reprovando sua infeliz critica ao mma e ufc. fazendo coro com eles, não vou dizer que que é uma critica seria pq não é. mae de familia e mulher, adoroooo ufc. não gostei nem um pouco de ser comparada aos sadicos romanos e seu contexto historico. ufc é violento, é. ufc é brutal?, tb. com a diferença que ali há estreals do esporte, que dedicam sua vida às praticas de luta que alias são algo humano sim e que a visão mimimi judaico-cristã-ocidental e hipócrita(esse é por minha conta) do autor do post não pode roubar de nós.

Anônimo disse...

Realmente não entendo como pode existir um esporte desse tipo ...se é que se pode chamar isso de esporte. Até agora não li nenhum comentário dizendo quais são as regras desse esporte. Alguém leu? Violênia pura e remunerada. O pior é que tem tolos que deixam de comer para pagar ingresso para assitir pacadaria. Que falta de sabedoria!

Anônimo disse...

PRA FALAR ALGUMA COISA, A "PESSOA" TEM QUE NO MÍNIMO TER TREINADO ALGUM ESPORTE PRA SABER QUE GOLPES QUANDO ENCAIXAM MACHUCAM DE VERDADE. E MAIS UMA COISA, NINGUÉM É OBRIGADO A ASSISTIR NADA QUE NÃO QUEIRA. ENTÃO, QUANDO ESTIVER PASSANDO UFC, VC, SEU MERDA, DEVERIA MUDAR DE CANAL E ASSISTIR ALGUMA OUTRA COISA, SIMPLES ASSIM... TENHO CERTEZA Q "VC" NÃO FAZ NENHUM ESPORTE. ACHO QUE ATÉ A TUA LOUÇA QUEM LAVA É A TUA EMPREGADA. TIRA A BUNDA DA CADEIRA E VAI FAZER UM ESPORTE, DEPOIS TU ABRE A TUA BOCA PRA FALAR ALGO Q PRESTE!!!!

Anônimo disse...

ALSO, agora o boxe é coisa de cavalheiros? mas aposto que o senhor autor, agora já perfeitamente acomodado a ideia do combate, ora pensaria, nos primordios do esporte, em espetáculos modernos de sangue. ora faça-me o favor!!!

Marcos disse...

Não vou nem me dar ao trabalho de ler todo o seu péssimo texto… está tão mau escrito e infundado que somente o primeiro parágrafo já mostra a sua incompetência nesse assunto em questão… não vou escrever como fã ou como lutador, mas apenas como uma pessoa que admira esportes em geral…
Pelo seu raciocínio (infundado), apenas numa estúpida tentativa de denegrir um esporte, você somente falou besteira…não, desculpe… falou merda mesmo… "quanto mais hematomas, mais sangue melhor"… você deve estar se referindo a série "the walking dead".
Todo esporte géra lesões… então devemos acabar com todos???
Mas peraí…obesidade mata: - Viva a anorexia!!???

Se não sabe escrever, omita-se… e você não parecerá um idiota…

Não vou terminar de ler seu texto, pois não lhe darei ibope! Você, pra mim, é mais um idiota que não sabe o que diz… se quiser ganhar meu respeito, prove o contrário…informe-se, saiba sobre o que diz e não apenas lance um estúpido blog na internet.

Anônimo disse...

A violência, a força, a raiva são todas intrínsecas ao ser humano. Um dia foi o Coliseu, hoje é o UFC, amanhã será outro o espetáculo a ajudar as massas a expelirem, a lidarem com seus sentimentos menos nobres. No mais, o MMA é técnica, é treino, é determinação. Há rivalidades? Sim! Mas, no geral ninguém está ali para matar ninguém. Ninguém vai ali para ver um ser humano ser morto. Vai assistir a demonstração de força, de garra, de superação. Vai assistir os golpes fulminantes, poderosos. O sangue escorrendo é o que choca os mais sensíveis. Mas, há violência que não derruba uma única gota de sangue.

Anônimo disse...

Vi muitos comentários sobre o texto de pessoas indignadas com o conteúdo afirmando que, tanto o autor como os outros a favor, estão equivocados e ignorantes sobra o MMA, mas fica claro que nem esses entenderam a mensagem contida no artigo! Que as verdadeiras e genuínas Artes Marciais tem regras, códigos, ética e, sobretudo, filosofia todos nós sabemos. Tbm fui praticante do Kung Fu e sei do que estou falando. Porém, o que se vê dentro dos eventos de MMA e até dos praticantes, é uma verdadeira troca de valores, pois se praticam demasiadamente a técnica e pouco se pratica sua filosofia na mais pura essência, e por isso, estamos vendo essa verdadeira selvageria! Se alguém não consegue ver isso dentro do texto e das octógonos então devem estar cegos!

Anônimo disse...

"Querido" Daniel, primeiro maL é advérbio e maU é adjetivo. Depois o correto é perSistência. Pelo jeito é mais um ignorante aqui e dos piores, pois critica outras pessoas. O colega só expressou sua opinião e do jeito sem agressões. Já você... completamente agressivo (não deixa dúvidas seu fanatismo por esse "esporte"). Bem, minha opinião: concordo com o colega. Não são regras e lutar por vontade própria que limpam a imagem desse "esporte". Esporte é bem-estar, saúde... não atos de selvageria que ferem a integridade do próximo e instilam nas pessoas o desejo por pancadaria. E não adianta falar de esportes como futebol, pois nesses casos o objetivo (fazer gol) nada pode ser comparado ao objetivo da luta (tornar o oponente incapaz de seguir a luta após sucessivas agressões físicas). Aprende a discutir!

Anônimo disse...

huahuahuauha nunca vi tanta besteira em um texto, além dele não entender nada de mma, não entende de nenhuma arte marcial.

treinert disse...

Esporte eh saude. UFC é show, é espetaculo. São exibições de lutas viilentas que só acaba qdo "finaliza". Mas eh o q o povão gosta! Eu nao gasto tempo nem dinheiro com esse exibicionismo. Mas se cada um é dono da sua vontade que a satisfaça. Mas será q é dino mesmo? Para pensar

Anônimo disse...

Apoio tbem, o texto eh perfeit!

Anônimo disse...

Exato,falou tudo!

Anônimo disse...

Exato!

Marcio-ce disse...

Caro amigos esse digamos é o unico esporte q sempre gostei de assistir,mais concordo com o caro amigo Tiago Silva.Vamos respeitar o conceito de cada um.

Anônimo disse...

Boaaaa!!!!:))

Anônimo disse...

Exato!!!

Rubens Ribeiro disse...

Acho que as fotos falam por si ....quem acha que é asneira fazer o que ....cada doido com sua mania .

Anônimo disse...

Inclino-me totalmente em favor do autor do artigo.
A tradição do MMA está dominando as mentes de jovens pelo mundo afora. E, a meu ver, isto é nem um pouco bom. Vejo muitos argumentando que há ética neste esporte. Porém, vale admitir que existe uma diferença extrema entre ética corporativista e ética social. A primeira atende prioritariamente a interesses/metas institucionais. São pessoas de estímulo estritamente capitalista que determinam comportamentos e condutas que se adequem às propostas. Quanto à segunda, esta atende às perspectivas sociais voltadas para a educação do povo, ou seja, da construção humanística da sociedade. O MMA é, sim, a meu ver, esporte desvairado de luta. Esporte este onde praticamente ''tudo vale, tudo pode''. São golpes de tecnicidades aguçadas e impressionante, mas que quando se mesclam num rol liberal, fazem exibir imagens de pura selvageria.
Com a forte propagação do esporte, os lutadores acabam sendo foco de fãs por todo o mundo. São pessoas que ficam admiradas com a capacidade de atribuir tantos golpes de tantas quantas naturezas em um único interregno de luta. Donde surge a problemática: ''fãs se espelham em ídolos''. Aquela velha história do ''pobrezinho'' que há de se satisfazer em apenas ler o cardápio do restaurante. Esquecem que o ''personagem'' não é ele, e incorporam a vontade de se espelhar, ou se aproximar no igual. O espírito lutador ganha enganjamento no íntimo desses indivíduos, o que, aliás, tratando-se de um mundo em que as palavras estão perdendo força, haja vista o rompimento com a oralidade das comunicações, acaba sendo de tamanha periculosidade, por ganhar vez nas tentativas de resoluções dos conflitos entre indivíduos.

Esta é minha opinião. O meu ponto de vista, que não obstante pode muito bem ser visto sobre outro ponto de vista.

Anônimo disse...

A maior prova de q vc NÃO SABE do q tá falando é a comparação c/ o boxe. Qualquer um q já tenha praticado boxe e MMA na vida, como eu, sabe q o boxe é MUITO mais perigoso e agressivo do q o MMA!
"Ignorância" é um problema sério!

Ignorância:
s.f. Condição da pessoa que não tem conhecimento da existência ou da funcionalidade de algo.

gilson tadeu fraiz disse...

isso nao e esporte não e sim uma sel
vageria ,que nao tem tamanho imagino como deve estar DEUS vendo a sua imagem se destruindo se arrancando sangue um do outro isso pra mim e coisa do demônios influenciando este tipo de selvageria sabe eu acho que deveria ter leis pra este tipo de esporte acabar TANTO QTO as touradas que sacrificam o coitadinho do indefeso do animal onde vamos parar onde esta indo o ser humano

Anônimo disse...

Depois de ler vi que palavras ainda tem um sentido. Sábias palavras companheiro...

ricardo S disse...

Desculpe -me, nao gosta, nao assiste é simples... e guarde o sua indagação com voce que a sua opinião e esdrúxula sem argumento .... sim o MMA tem regras igual o boxe. vergonhoso que em 2014 praticamente anda tem filósofos de esquina para todos os assuntos ... é simples e anarquico ... nao gosta de gay, nao case com eles, nao gosta de mma, nao assista.

Renato Borges disse...

Um dos piores textos que já vi entre todos os descriminatórios, mas tudo bem certamente este cidadão nunca chegou perto de um tatame, ringue e octogno, o blog fala de cotidiano, politia e economia, mas se aventurar de esporte e vem falar justamente de MMA que certamente nem sabe o que viria a ser, sugiro que fique na sua área ou se for falar de esporte escolha um mais fácil pra comentar sem discriminação mas que tal comentar jogo de carteado, o que você escreveu é simplesmente ridiculo e ignorante.

Itamar Castro disse...

o mérito não é intender do assunto, o mérito não é quem luta para sobreviver, o mérito é ma platéia em êxtase com o sofrimento, a dor, o sangue, mesmo que seja de mentirinha. Esta é a parte obscura da mente humana, ter prazer na violência.

felipe disse...

Cara, o texto ta otimo, muito bom! como vc mesmo cita no texto tais brasileiros que acompanham o brutal tal do ufc podemos exerga-los com clara facilidade nos comentarios! Muito bom mesmo... pensei que fosse o unico a pensar dessa forma. Abraço

Anônimo disse...

Vai bombado abobado! Querrendo respeito disrespeitando os outros. Percebe-se q só entende MMA

Anônimo disse...

QUE SE DANE VOCÊS TODOS E ESSA MERDA DE TEXTO, ISSO SEMPRE ACONTECEU E SEMPRE VAI ACONTECER E NÃO TEM NADA QUE VOCÊS POSSAM FAZER PARA IMPEDIR ISSO.ENQUANTO ESTIVER GERANDO LUCROS PARA O GOVERNO NADA SERA FEITO, E ELES ESTA POUCO SE LIXANDO PARA O QUE VOCÊS FALAM OU ESCREVEM.

Unknown disse...

É isso aí. Consciência por favor. Reflexão, análise, chega de circo minha gente. Bela resposta.

Anônimo disse...

Humanos sem cérebro...kkkkk

bass disse...

os comentários estão ótimos, mostra bem a cultura dessa "arte", bando de babacas que gostam de se esfregar e medir força....vão transar! seus bostas!

Ilizarov Gravest disse...

O texto mais lixo e sem fundamento que já li! Petralhas querem acabar com o esporte que mais tira jovens das drogas e da delinquência no mundo, com desculpa de ser "selvagem", mas engraçado pq em toda história do MMA só tiveram 2 mortes, uma no UFC e uma no Shooto Brasil, sendo que esportes como futebol já morreram mais de 100 jogadores em campo e na fórmula1 41 pilotos. E pior as lutas não passam na TV aberta como os 2 últimos, tem que pagar TV a cabo e o canal Combate a parte, não saindo menos de 150 reais mensais, e caso queira ver ao vivo o UFC o ingresso não sai por menos de 1000 reais, ou seja, vc só assiste se realmente gostar! Ninguém é obrigado a gostar de nada, mas criticar o MMA é negar oportunidade a milhares de jovens sem oportunidades e com talento. No UFC lutadores iniciantes podem fazer até 400mil dólares em apenas 15 minutos. Nós médicos teríamos que virar 36h de plantão direto e aguentar muito desaforo pra tirar isso em 5 anos, sem contar que os lutadores tem os melhores treinadores, a melhor alimentação, melhor infraestrutura, ganham com propaganda, video game, bonecos, são tratados como estrelas! E nem sempre se machucam, a maioria das lutas termina sem o oponente levar um soco se quer, só na finalização, igual judô ou Jiu-Jitsu e caso se machuquem vão pra hospitais de primeiro mundo se tratar, não pro SUS. Pergunta se algum deles queria trocar a vida de lutador pra ser médico.... esse post petralha não serve pra NADA! Vão querer proibir o futebol e a fórmula 1 tb? Claro que não pq o povão adora e isso tira VOTOS! Mais um vez: Hipócritas!

Anônimo disse...

A opniao eh individual de acordo com as experiencias e perspectivas diferentes em cada ser humano respeito as diferencas eh essencial, nesse contexto, ele fez uma critica sobre um assunto que gera polemica facilmente. Acredito que ele(autor) ja previa tal discussao e portanto, deve estar disposto a mudar sua opiniao, caso tenha humildade de admitir erros e queira crescer intelectualmente, mas se sofrer de alguma atrofia sociologica filosofica ou teologica, sera melhor reavaliar uma proxima postagem. Sorte a todos!

André Luiz disse...

Muito bem... A maioria dos comentários abaixo foram de repudia ao autor, reflita-mos:
- O que você ganha assistindo UFC?
- Você acha isso entretenimento? Quanto tempo você fica à frente da TV, perde a madrugada assistindo?
Agora eu te pergunto... Quanto tempo você passa com sua família? Se você é casado, quanto tempo de qualidade você tem com sua esposa e filhos?
- O UFC só traz benefícios aos lutadores que ganham milhões e ao dono da franquia, nada mais... Seus filhos vão ter uma demonstração gratuita de violência desmedida e sem regras.
Eu posso dizer isso porque sou praticante do Judô, onde há regras, honra e para você superar o seu adversário, deve-se usar a inteligencia, destreza e estratégia.
Ao invés de perder a noite vendo homens se socando e sangrando, vai ler uma história com seu filho, ver um filme educativo, ensinar lhe algo edificante. Tenha um tempo mais produtivo com sua esposa ou namorada....
A paz à todos.

Julio cezar disse...

Esportes deste tipo existem desde antiguidade, a 'humanidade' não morreu por causa de um esporte de impacto.

Anônimo disse...

As pessoas que falam a favor da violência do MMA/UFC dizem que existem outras coisas também violentas. E aí? Porque existem outras violências, está aprovada esta? Nem as outras estão corretas, muito menos estas, vistas nas lutas. As lutas não saõ só violentas, como passaram a ser selvageria. Precisamos dar um basta.

Anônimo disse...

Se continuar como esta o MMA vai deixar de ser esporte e vamos comparar com briga de galos ou de cachorros onde o quem matar vence a luta e iremos achar isso normal

elias disse...

quem defende o MMA como esporte perdeu a noção do que somos enquanto ser humano!!! ESTAO ENTORPECIDO PELA VIOLÊNCIA, que não se dão conta da influência causada na mente em especial dos mais jovens, cada dia se precisa de mais estimulantes emocionais para resolver seus conflitos existenciais!!!

Anônimo disse...

Adorei o texto, disse tudo, disse o que nós não podemos esquecer.

Anônimo disse...

Que curiosa a postagem do amigo ali acima que se diz médico. Reclama do trabalho, reclama do país por tabela, e ele mesmo cita o tratamento que estes lutadores recebem ao lutarem no UFC. Pergunto o que este médico fez pra mudar esta desigualdade? Melhorar suas condições de vida, trabalho, etc. Ele não é único. Tanto no futebol, quanto no UFC ocorre esse curioso fenômeno. Cidadão acha ruim suas condições de trabalho, saúde, governo, etc, mas não faz nada decisivo pra mudar isso. Mas quando tocam no esporte favorito ficam bravinhos...

Gostar de um esporte e praticá-lo sadiamente é uma coisa. Gostar de um esporte apenas assistindo-o na TV não tem benefício algum além de entretenimento, alienação e perda de tempo.

É um dos fatores que contribuem para que aqueles condições que tanto incomodam estes alienados e tb os não alienados se mantenha.

Noel Maia disse...

Voce esta certo Junior ! Voce e cego o oque...olhe foto,nao e montagem nao! seu idiota.! Voce mostraria essa imagem pro seu filho dizendo toda essa estupidez q e una luta marcial cheio de regras etc...e que nao sangue e Catchup...santo padre q tamanha igonarancia sua e dos demais q aplaudem essa ridiculez...tchau.!!!

Joice disse...

A regra é colocada, mas no calor da luta só é botado em pratica porque alguém esta ali para intervir. Se não fosse isso haveria muitas tragédias.. fora a tragédia da falta de respeito com o corpo, Aplaudir de pé esse tipo de esporte, é grotesco! Minha esperança é um dia as pessoas verem que isso é muito errado..

Noel Maia disse...

O Cristiano ! Pare com isso cara..um erro nao justifica o outro...Voce e cego o oque! Esta foto nao e montagem...voce mostraria isto para o seu filho ? Isto e pura selvageria..Esporte e outra coisa...abra os olhos rapazinho...WOW !!!!

Marta Raquel disse...

Só digo uma coisa: estão lá por livre e espontânea vontade e ficando milionários... kkkkkk

Anônimo disse...

Típico professor de história. Com seus conceitos marxistas, socialistas e contextos históricos de "fatos" baseados na superficialidade, em assuntos que não demando de seu "conhecimento" acadêmico.

ronin.hkd disse...

1º Quem não gosta não é obrigado a assistir.
2º Falta conhecimento sobre MMA para o autor do texto,como por exemplo ao dizer "Já o UFC, é a força bruta transformada em arte-marcial, onde lutadores já inconscientes continuam a receber sem misericórdia violentos golpes na cabeça, como se vencer justificasse tamanho ato de animalidade.", assim que o árbitro percebe que um dos lutadores recebe um golpe ao qual não tem mais chance de reação a luta é imediatamente interrompida para preservar o atleta.
3º Ninguém está lá lutando por obrigação, são atletas preparados. Então não se pode comparar com a roma antiga onde os lutadores lutavam no coliseu por obrigação.
4º Acidentes acontecem em todos os esportes. Exemplo a jogadora de volei Jaqueline quase ficou paraplégica em um esporte onde nem contato físico há. No futebol em quase todas as rodadas alguém se machuca. No automobilismo quantos já morreram e alguém fala que é esporte violento ?
5º "O boxe é um esporte de cavalheiros". Em todos os esportes tem atletas humildes e uma minoria desprovida de humildade. Quem não se lembra do Mike Tyson arrancando um pedaço da orelha de outro lutados com uma mordida.

Anônimo disse...

Não tenho a menor atração pelos MMA´s da vida, embora eu tenha praticado karatê por uns bons dez anos. Ao contrário de boa parte das pessoas que insistem nesse papo de intelecto x físico, claramente um preconceito, admiro o fato de que nas lutas, o homem coloca em evidência suas qualidades psicofísicas como força, velocidade, flexibilidade, resistência, coordenação, agilidade, ritmo, equilíbrio, assim como capacidades "cognitivas" como concentração, atenção, raciocínio lógico, tomada de decisão, resolução de problemas, criatividade etc. Aliado a estes aspectos, estão presentes características personológicas como coragem, capacidade de correr riscos, persistência, resistência à frustração etc. Nesse sentido, embora tenha minhas críticas, não deixo de ter uma certa admiração.

Anônimo disse...

Desculpa, mas este artigo foi escrito por alguém com uma visão superficial que não conhece nada de mma, e nem de boxe. O boxe tem mais mortes que o mma, e tem uma explicação bem lógica para isso, envolve quantidade de golpes na cabeça, lesões no cérebro na verdade até a luva utilizada ajuda nisso (faz a cabeça sofre um impacto em uma área maior chacoalhando o cérebro, ao invés de ser como um soco sem luvas, que pega uma area pequena e faz um belo estrago, só que superficial. E só estou falando na questão de "violencia do esporte". Se for falar sobre esportes entra muito mais coisas, por exemplo, cada lutador é especializado em uma série de estilos de lutas, muitas vezes até o boxe, o treino é mais intenso, o envolvimento com o esporte, a vontade de ser melhor em todas os estlos.. Rapaz, para escrever um artigo vc deve pelo conhecer o que vc está falando, e não se basear em uma foto. Nunca será um bom jornalista se manter essa cabeça fechada.

Rodrigo DEGGERONE disse...

Estas cenas não contribuem em nada para um mundo melhor. Lastimável chamarem essa selvageria de esporte.

Vanessa Gonçalves disse...

Então sair inconsciente ,gravemente machucado e todo quebrado não é asneira? Onde está a arte nisso ? Se sair mutilado do octógono é esporte então nas guerras se prática muito isso não concorda?

Loucos por carros disse...

Comentando a ignorância do seu texto por partes:

"Eu sempre me indaguei a respeito dos motivos de tanta audiência que tem o UFC. Uma luta que a realização plena da transformação da violência, da força bruta sem limites, em espetáculo."

Muito pelo contrário, o MMA assim como qualquer luta é extremamente dependente do nível técnico do atleta e não da força bruta. Na Luta de Cro cop (106kg)contra bob sapp (155kg)fica evidente o que eu digo: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=H8sSK4k6WHw

"Eu lembro dos debates a respeito da violência do boxe de décadas atrás. Hoje, eu vejo que o boxe é uma luta entre cavalheiros, cheia de regras e de limites."

Fato que apenas comprova que o preconceito (conceito que se tem de algo antes de fato conhece-lo) que havia com o Boxe décadas atrás é o mesmo que você tem com MMA hoje.

"Eu lembro da ingenuidade do telequete, onde a violência era apenas simulada, mas já me causava essa sensação de desconforto."

Você deve assistir Teletubbies até hoje então...

"Já o UFC, é a força bruta transformada em arte-marcial, onde lutadores já inconscientes continuam a receber sem misericórdia violentos golpes na cabeça, como se vencer justificasse tamanho ato de animalidade."

Segue o link das regras do UFC:http://br.ufc.com/discover/sport/rules-and-regulations

"E é exatamente nesse momento que a massa entra em delírio, como se desejasse que o juiz jamais parasse a luta."

Reação da Lutadora Ronda Rousey e de outras pessoas assistindo o momento da contusão de Anderson Silva: http://www.dailymotion.com/video/x1920xs_a-reacao-de-ronda-a-fratura-de-anderson-silva-uol-mais_people

Fui atleta de Jiu-jitsu por 8 anos, conheci diversos lutadores de MMA, inclusive alguns que estão no UFC hoje em dia e posso te afirmar que nada do que você disse faz o menor sentido.

Meu conselho: Quando tentar expressar sua opinião, algo que você tem todo direito, procure fontes confiáveis de informação, conhecer pelo menos um pouco sobre o que você está se propondo a falar pois do contrário acaba falando besteira.

Clara Cavalcante disse...

Engraçado seu comentário. Você, pelo que vi aqui, se considera alguém tão culto e esclarecido porém não tem esclarecimento suficiente para entender que a partir do momento em que você para de expressar sua opinião a começa a onfender os praticantes do esporte, seus argumentos perdem todo o valor.

Clara Cavalcante disse...

O por qual razão você acha que tem o direito de ofender dessa maneira os lutadores de MMA? Não meu caro, eles não tem merda na cabeça, e sim a amor e dedicação pelo que fazem. Esse esporte exige, como qualquer outro, disciplina e esforço. Então não desmereça o que eles fazem, porque não e fácil. Falo o mesmo para os jogadores de futebol americano.

Felipe Borgaro disse...

MMA : Mixed Marcial Arts ( Artes Marciais Mistas ) isso significa que reúne uma série de artes marciais que levam anos pra serem desenvolvidas, com suas regras e limitações. Se vc não sabe, o MMA tem sim regras, é pra isso que existe um juiz dentro do octógono. O objetivo do esporte não é machucar ninguém, e sim derrotar seu adversário, que também treinou muito e se dedicou pra fazer o mesmo com vc, e claro, tudo dentro de regras estudadas e aplicadas durante as lutas. Agora, não venha dizer que se trata de pura violência, o futebol por exemplo, quanta educação e delicadeza há em jogadores que, de propósito, ' solam ' seus adversários pra machucá-los, ou em torcedores idiotas que saem brigando e espancando tudo oque verem na frente em nome de um time. Claro amigo, vc tem todo o direito de expressar a sua opinião, mas antes de querer expressar algo, tenha oque expressar, possua uma opinião, com algum fundamento, e informações concretas.

Anônimo disse...

Perfeita a matéria, simplesmente isso. UFC não é esporte. Um dia o povo animalizado vai compreender isso, mais por agora não adianta argumentar com ignorantes. O que se percebe é que essa matéria teve vários comentários, é muito bom ver esse assunto em debate, pois é o começo para uma mudança quanto a isso. No MMA já houveram algumas mortes de lutadores mais isso é sempre escondido pela mídia, só procurar um pouquinho na net e vão achar várias matérias sobre o assunto. Parabéns a quem escreveu.

Allan disse...

Pela quantidade de comentários machistas/homofóbicos, dá pra sacar mais ou menos qual é o público "crítico" e "inteligente" que esse """esporte""" tem.

Maikel disse...

É do instinto humano testar limites, e se o espetáculo esportivo chegou a esse ponto é porque damos esse limite, amanhã poderemos ver pessoas entrando em um ringue e saindo sem suas vidas, muitos estarão aplaudindo e então voltaremos ao tempo dos gladiadores do coliseu. O imperador Cesar queria ver a luta até a morte sob qualquer culpa ou acusação de ser cúmplice de homicídio, se muitos espectadores desse esporte pudessem se colocariam na mesma posição, então chego a conclusão que antes de criticar ou tentar achar argumentos para justificar esse ''esporte'' posso simplesmente desligar a tv.

Unknown disse...

QUANTA BESTEIRA DE TODOS OS LADOS, SE NÃO GOTS FAÇA COMO EU IGNORE

Edivaldo disse...

Fico indignado como surgiram vários comentários contrário ao texto, e eu não consigo vê o outro lado da moeda, o texto é integro e demostra a realidade dessas lutas; violência exacerbada, mutilação do corpo, lesões irreparáveis na cabeça; o pior cego é que se recusa a enxergar, as imagens são claras.

Anônimo disse...

Após a luta de Anderson Silva, postei em meu face a seguinte pergunta: temos mesmo a necessidade de um "esporte" chamado MMA? Observei que de fato estamos voltando à época do coliseu romano. O que se apresenta hoje é um coliseu romano legalizado que premia com milhões os lutadores e premia a plateia com sangue. É a barbárie em forma civilização. Seu texto está de um bom tom e respondo a pergunta que fiz: NÃO, NÃO TEMOS A MENOR NECESSIDADE DE UM MMA.

Anônimo disse...

O texto é a visão de um historiador sobre o assunto, respeito! Minha opinião como Educador Físico: É violento? Eu diria que é um risco de grau moderado/elevado. A prática do MMA atual é diferente dos confrontos da Roma Antiga. O confronto atual NÃO se baseia na luta pela sobrevivência de um indivíduo e a morte do outro, sem nenhuma regra. Existem regras na prática do MMA e não são poucas, baseadas em estudos por biomecânicos, fisiologistas e anatomistas, que proíbem golpes em regiões vitais como rins, traqueia, região temporal do cérebro, dentre outras menos vitais como regiões íntimas. Acho muito mais bizarro e aterrorizante a violência que ocorre nos estádios de futebol entre as torcidas, onde um cara já desmaiado leva uma porrada com uma barra de ferro de outro. O risco de um esporte existe. Até em atividades físicas tidas como "simples" existe o risco, umas mais outras menos. Esse risco depende principalmente de como você está preparado para enfrenta-la fisicamente e psicologicamente. OBS: Eu não sou praticante de nenhum tipo de arte marcial!

Anônimo disse...

Selvageria mesmo. As regras servem para garantir que o lutador não morra, mas como chamar de esporte um show cujo objetivo é agredir o oponente a ponto de deixá-lo inconsciente?

rose mello disse...

Lutadores são animais irracionais.

Anônimo disse...

Saindo da discussão do que é certo ou errado, o fato é que a preferência por esportes desse tipo, vinculados a violência, e ainda principalmente o MMA, revela que sentimento há dentro das pessoas que assistem a essas apresentações.

Anônimo disse...

ERRADO!! ANIMAIS IRRACIONAIS NÃO, POIS OS ANIMAIS AGEM POR INSTINTO E, POR ISSO, MERECEM NOSSO RESPEITO!!
MAS ESSES SERES QUE SE DIZEM "HUMANOS" SÃO TROGLODITAS SEM PROPÓSITO, SEM JUÍZO, SEM RESPEITO AO PRÓPRIO CORPO E O PIOR,
SEM OMÍNIMO SENTIDO ESPORTIVO!!
APENAS VIOLÊNCIA GRATUITA, QUE DEMONSTRA, INFELIZMENTE, O NÍVEL DE DESUMANIDADE DE QUEM PRATICA E DE QUEM APRECIA!
LAMENTÁVEL!! DEEVERIA SER PROIBIDO!!
MARCOS

Anônimo disse...

meu modo de pensar e o seguinte!!!sangue e vida..nao disperdissem,tanto...
ao inves de ficarem arrancando sangue um do outro,pq nao fazem doaçoes,olha qnts vidas precisam de doaçoes de sangue!!!
Sangue e vida!!e Jesus morreu na cruz para nos da a vida!!pensem direitinho...

Rodrigo Queiroz disse...

Talvez eu devesse começar o texto apontando a LONGA lista de esportes que envolvem riscos maiores (e com MUITO mais mortes) que o MMA, mas vou deixar isso por conta da reflexão de quem lê.

MMA é um esporte extremamente técnico e regulamentado. São raras as lesões graves.

Quem apontou diferença entre MMA e outras lutas ainda não viu um torneio de Karatê. Um dos professores que tive ganhou o campeonato brasileiro lutando com uma das mãos pra trás por ela estar quebrada em 3 partes.

A selvageria é predominante apenas para os olhos de quem não se interessa por luta. Para esses olhos, a técnica é absolutamente invisível. Em parte, são olhos cegos.

Fora o blá blá blá promocional, não costuma haver ódio entre os atletas. A mentalidade com a qual os atletas entram em um ringue é completamente diferente da mentalidade com a qual alguém começa uma briga numa arquibancada de torcida organizada.
Somente após você aprender a lutar, tomar golpes fortes e perceber que não existe ódio naquele momento, você começará a entender como uma luta é diferente de uma briga.

Os japoneses tem uma história milenar de dedicação às lutas e à própria guerra e ainda assim são um povo imensamente respeitoso e pacifista. Se engana demais que acha que os golpes dessas artes foram testados apenas "na teoria".

Por fim, o único ponto que o texto toca que tenha alguma razão, é o fato de boa parte da platéia nutrir o apego a violência. Mas lembrem-se que lutas de contato existem mesmo em sociedades pacifistas. O esporte pode sim deflagrar um sentimento latente de violência que ainda cultivamos, mas não está diretamente ligado a ele. Do contrário, poderíamos acusar o futebol de ser talvez o esporte mais violento de todos pelo comportamento que ele deflagra em suas torcidas.


Daniel Araújo disse...

Minha visão realista (que muitos consideram pessimista) disso tudo é a de que a violência está na essência do ser humano. Isso é obviamente reforçado tanto pelo conteúdo (o que foi dito) quanto pela forma (a linguagem empregada, inclusive quanto ao Português) de muitos dos comentários acima. A maioria de nós é primitiva, e isso é proporcional ao grau de instrução. Então, isso é que é ser humano. Ao conceito a que o autor do texto quis aludir dou outro nome: civilização.

Jorge Falcao disse...

Tanta gente precisando de doação de sangue e o melhor que essas criaturas conseguem é jogá-lo no lixo. Belo exemplo.

Anônimo disse...

Quando se tem dor, dinheiro nunhum no mundo pode te deixar bem... só vc pode senti_la , nao vale a pena.

Anônimo disse...

vai se foder, ufc é um esporte, se não aguenta vê não assiste

Roberto Araujo disse...

Odeio rodeio, odeio agressão, armas...mas sou um defensor das Artes Marciais Mistas...o sangue que vemos é justamente o que deixa ele menos perigoso....todas as contusões são de impacto porém sem sequelas...coisa que no boxe por exemplo não existe...ninguém que se sujeita a entrar em uma luta é inábil, todos passam por anos de treinamento, estão preparados fisicamente, assim como atletas de qualquer outra modalidade, por acaso alguém já assistiu Hoquei???...Já viu a quantidade de pessoas no mundo que morrem por causa do futebol (que eu amo) automobilismo??...o sistema UFC pode sim ser criticado, por alimentar o capitalismo desenfreado, agora tirar a essencia do esporte onde o ser humano pode usar somente seu corpo para superar outro igual a ele....ai acho que seja demais.

Dr: Jons disse...

Olá pessoal, Eu particularmente não entendo nada de MMA e UFC, MAS sou NEUROCIRURGIÃO. Apesar de ter regras que tentam zelar a integridade física do atleta, muitas vezes não não alcançam o seu objetivo de proteção. Eu já atendi muitos atletas com danos irreversíveis no cérebro que tiveram sua capacidade motora afetada, então fico um pouco em dúvida com o esporte.

Lili disse...

Assistí a uma luta com o José Aldo e um outro lutador no qual não me lembro o nome, mas ví naquela luta o quanto realmente é um absurdo o MMA,o adversário de José Aldo levava a pior, com alguns socos tomados na cabeça levantou-se um " galo " e a cada pancada alí, crescia mais, pensei que o juiz pararia a luta, mas não o fez, era visível que por mais um soco no local ferido, romperia-se uma veia no cérebro e pronto, alí realmente constatei que técnicas são quase zero de luta e sim " Violência gratuita sem intenção de matar ".
https://www.youtube.com/watch?v=YROSBBBlDE4

Anônimo disse...

Fim de UFC e MMA porque isso não é esporte é lavagem de sangue e dinheiro e por aqui a organização Globo se alimenta bem disso tudo. Parte do mundo passa fome, passa por humilhação, rejeição cívica e moral, tudo anti-social.
Nem com animais se faz isso e aos fanáticos de plantão que orem por suas almas porque se partirem daqui dessa maneira ai sim vão chorar sangue!

Pedro Timbo disse...

só li merda, tu sequer foi pesquisar sobre o assunto direito, texto fraco demais.

não é UFC, e sim MMA, UFC é apenas uma organização que tem mais apelo.

Anônimo disse...

Apoio total a quem escreveu!!! Isso não tem nada haver com esporte, é uma ignorância das pessoas pararem para assistir essa besteira...Dois babacas se matando dessa forma!!!

Olavo disse...

O autor do texto até teve boa intenção, porém é desinformado em relação ao tema. Não existe essa de o atleta levar golpes na cabeça estando inconsciente. O esporte pode ser violento sim, mas a violência é a consequência de tais atos. O futebol por ex, não é considerado um esporte violento, mas provocou mais mortes que o UFC - se é que o UFC já causou morte. O futebol que recebe multidões astronômicas pelo mundo afora é tão violento quanto, e nem por isso é criticado ou julgado. Fica a dica!

Anônimo disse...

Não Noel Maia vc que está certo! O texto em si é péssimo já que é mal formulado e todos os comentários sobre o esporte são falsos e só refletem a visão preconceituosa de quem o escreveu, qualquer um que conhece um pouco sobre UFC vai perceber isso. Além de que o autor a todo momento tenta fazer comparações toscas entre o esporte e covardias de outros tempos, um apelo sem sentido, já que são coisas com naturezas e finalidades totalmente diferentes. Noel Mais, faça então o seguinte não mostre vc essa foto ao seu filho e nem o permita assistir o esporte já que fica tão sentido com o que esses atletas fazem. Tb não explique pro seu filho, que será um alienado, sobre violência e morte que provavelmente existe na cidade que vc mora, sabia disso rs? E acho que IDIOTA e ridículo mesmo é quem se sente ameaçado com opiniões diferentes das suas.

dauglish disse...

Ao invés de ficar criticando MMA deveriam criticar o Rodeio ou a tourada isso sim é falta de humanidade. No MMA todos são profissionais treinados e estão cientes de todos os riscos, agora no rodeio e na tourada ficam maltratando os animais como se fossem valentões, animais indefesos e que não tiveram escolha. PS: Não sou vegan, só acho que ficar se divertindo a custa do sofrimento de animais não é humano.

Bruno Idelfonso disse...

Penso que tem gosto pra tudo, cada um assiste aquilo que melhor lhe convém. Basta usar o controle remoto e trocar de canal - tem vários -, ao invés de usar o teclado do computador pra escrever tanta besteira. Outra coisa que penso é que todos os atletas envolvidos conhecem e concordam com os riscos envolvidos. São adultos responsáveis pelo seus atos e que sabem bem o que querem.

O autor do texto deveria assistir patinação no gelo ou nado sincronizado.

Anônimo disse...

perfeito o texto, homens se destruindo por dinheiro e não pq amam a profissão quem gosta de apanhar , quem gosta de ficar ensanguentado sentindo dores, tudo isso por dinheiro e nada mais , onde este mundo vai parar mesmo, ensinando tanto a violência nas ruas e tb dentro de ringues , estádios e etc mas oque vem em primeiro lugar o dinheiro e vcs estão deixando esses lutadores cada vez mais rico.

Alex Sandro disse...

As pessoas que acima escrevem contra este texto só pergunto:
Qual é a diferença entre um filho seu que briga na escola ou uma briga dentro de um bar ou a violência nos estádios. Quem reporta uma opinião é por não pensa que um dia pode ser atacado por esta mesma violência que o próprio incita.
Falar de violência é o mesmo que alimentar o pensamento e as atitudes irrelevantes e violentas tanto que utilizar de gênero pra diminuir o valor desta discussão é algo que algum outro vai fazer me chamando de viadinho sendo que se fizer o viadinho só pode ser vc.

Anônimo disse...

Desde ficar criticando o mma, tomem cuidado com as novelas aonde o adulterio e normal, divorcio e normal, e muito outras coisas e normal que eu nao vou citar aqui, que vcs sabem , desde vcs deixarem seus filhos assistirem novelas aprendendo como destruir uma familia manda eles para uma academia de artes marciais aonde eles arendem um esporte e respeitar a sociedade

Anônimo disse...

Como assim falar do público do MMA? O autor certamente nunca foi a um evento de MMA para perceber a diferença entre o público lá presente e o que preenche as arquibancadas de estádios de futebol, onde a selvageria reina. Achar que quem gosta de assistir MMA é uma pessoa violenta é uma ignorância. O texto é preconceituoso. A comparação com o coliseu, onde a batalha não tinha regras, era imposta, e levava à morte, é um absurdo para um professor de história. No UFC, campeonato mencionado pelo escritor, os lutadores conquistam a oportunidade de mudar completamente a vida de suas famílias, a exemplo de Anderson Silva, que veio de uma família muito humilde e conseguiu garantir o sustento de seus filhos. Ganhou, sim, uma lesão, na última luta, mas saiu de lá para com tratamento médico garantido e com US$ 600 mil dólares(cerca de R$ 1,4 milhão de reais).

Jan Hillen disse...

Jan Hillen deveria ser proibido totalmente só pensando que este esporte causa de incentivar crianças e adolescentes que inclusive alguns pais autorizam a assistir, tem bastante de esportes de lutas saudáveis e humanos como Taekwondo, Jujitsu, Judo etc que contem regras adequadas, são regulamentados e ate ajudam os jovens de aprender disciplina e atitude ! UFC, MMA para os pobres de espirito !

Leo Benitez disse...

Difícil comentar sobre isso. Mas o autor não falou bobagem nenhuma. A agressividade, a violência e a falta de argumentos dos defensores do MMA é o termômetro da discussão. "Você não entende nada, não conhece as regras" foi o menos pior que li por aqui. Ou seja, "Porrada!!!"

Anônimo disse...

Nossa, parece que vc viu fotos e fantasiou de como deve ser o ufc, fantasiou muuuuito. Não ter regras?
Quanto mais hematomas e sangue melhor? Inconscientes recebendo golpes na cabeça sem interferência do juiz e a massa em delirio não querendo que o juiz interrompa? Boxe mais "saudável" e luta de cavalheiros comparada ao UFC? Compare com quantos anos se aposentam no boxe e no ufc, isso sem contar o fair play.. Realmente o ufc é violento, mas podia ter estudado um poucooo pelo menos o assunto antes de fazer uma postagem dessas.

Anônimo disse...

Desde as conquistas romanas há essas lutas. Isto nunca vai acabar...

Anônimo disse...

Terrivel a inversão de valores e evidentemente constatada nos comentários afrontosos ao autor. É claro como o dia, que seres semoventes apreciadores desta tara sanguinária, sejam tão selvagens e primatas nos seus comentários. Um usuario de crack também exala termos indecorosos e inverossímeis, até contra sua propria familia.

Gus Caldas disse...

Caro blogueiro,
Vc sabia, por exemplo, que recentemente um lutador foi expulso do UFC porque não parou de forçar o braço do oponente durante alguns poucos segundos depois que ele bateu no chão desistindo da luta e se dando por vencido?
Pois é, frontalmente contrário ao seu argumento de "continuam batendo na cabeça de desacordados".
Não vou entrar no mérito da "violência", isso é com o gosto e conceito de cada um, mas vc perde credibilidade qdo sai a comentar algo sem o prévio estudo do assunto. Até para criticar, é preciso conhecer.
Sds

Anônimo disse...

Cara, acho que a opinião foi um tanto exagerado, apesar de não passar de uma mera opinião. Mas acho que o MMA precisa de uma ou duas regrinhas a mais, que ajudariam a evitar tantas lesões, mas tal qual a do autor do texto, também é apenas uma opinião minha. Não critico algo com tanta moderação...

INFORMATRANS disse...

Me lembra dois animais na selva brigando por uma fêmea.
Acho que podíamos colocar algumas regras e lançar um novo esporte, "O MAIS RÁPIDO NO GATILHO'. Não vale tiro no coração, se não o cara é suspenso è mais rápido e sai menos sangue. Como nos filmes.

Rafael disse...

É, Alisson... Você comprova a tese do autor do texto. Como és ignorante... Lamentável o seu comentário, cara. Poderia ter ido dormir sem essa. Mas tudo bem, está perdoado. Só não esqueça de arrumar os seus brinquedos antes de dormir, senão sua mãe te bota de castigo. Durma bem!

Anônimo disse...

Bando de hipócrita defendendo o UFC. Aposto q nem 5% sabe o que é um Upper, um kimura ou uma guilhotina. Acham que sabem a definição de esporte, mas não sabem nem o que esta se passando na frente dos olhos. So querem saber de ver o SANGUE, a FRATURA ou o outro cara desmaiando só com uma pancada na cabeça. Acho que ninguém aqui estudou historia, ou viu clássicos do cinema. Se lembra de Roma e os gladiadores? Parabéns, vc faz parte do famoso "pão e circo".

Rafael disse...

Essa história de "projetos de esporte", "projetos de música" em comunidades não é a solução. Fala sério, Ray, se na salinha da "ONG" que vai ensinar MMA, capoeira, futebol, surfe e etc. pras crianças carentes eles dão aula pra 100 criancinhas, quantos você acha que vão realmente viver daquilo? Ganhar dinheiro com aquilo a ponto de poder um dia se aposentar no esporte? Uma só... Muito provavelmente nenhuma... Ou você acha que de cada sala de aula de cada uma dessas milhares de ONGs vão sair 100 futuros Pelés, Andersons Silvas, etc? E isso considerando o cenário extremamente utópico de que todas essas ONGs são honestas e realmente fazem algum trabalho digno e que nenhuma delas é meramente uma forma de lavar dinheiro do tráfico... Ora, por favor! Se querem realmente fazer algo pelas crianças carentes, deveriam dar cursos técnicos, pra que elas aprendam alguma profissão e se sintam realmente úteis na sociedade. Devemos estimular o empreendedorismo e o aprendizado de ofícios! Não podemos achar que só ensinando a praticar esporte estaremos salvando suas vidas e impedindo-as de serem tragadas pelas garras perversas dos traficantes e milicianos...
Por favor, pense a respeito.

Rafael disse...

Não, JR, você está enganado: o nosso mundo não é capitalista... É predominantemente socialista. No capitalismo de verdade, as coisas estariam bem melhores do que estão hoje. Pesquise o que realmente é o capitalismo e você entenderá que ele é, no mínimo, o sistema "menos pior", e entenderá também porque o atual sistema político-financeiro marcha a passos largos rumo à falência (afinal, é socialista). Te recomendo esse site aqui: http://www.mises.org.br/

Daniel disse...

texto completamente PARCIAL,
hoje todos podem escrever ...
transoformar forca bruta em arte marcial - isso acontece desde antes de cristo.
cada vez mais a net se permeia de "eu acho... eu acho... eu... EU... EU..." Esportes DE MODO GERAL sao extremos e levam o corpo a um limite.
Quem nao gosta, tem a opcao de nao assistir. Mude de canal e assista teletubies

renê oliveira disse...

Cresce a cada dia o MMA. Uma prova inconteste de que é uma das maiores modalidades esportivas, da atualidade. Se neguim repudia, é porque não pode ver sangue...e, se não pode ver sangue, é porque é um bichona.

Robson Patrick Ronchi da Rosa disse...

IGNORANTE!!!

Anônimo disse...

Que diarreia mental esse pseudo crítico teve, tem gente que força a barra pra parecer inteligente rsrrsrs

Anônimo disse...

Sinceramente é lamatavel nas épocas de hoje ainda ler como já disseram acima "tanta besteira" e "comentários medíocres". Qual o Esporte que você assiste? no canal "Discovery Kids?". Não gosta, não querer assistir, não suportar, frescura, sensação de desmaio, não gosta de sangue. bla bla bla tudo bem. Agora querer dar uma de "Dono da lei suprema" é complicado. Na época antiga dos gladiadores poderia até ser "Tanta falta humanidade" agora estamos falando de um esporte em crescimento, com um investimento altíssimo, atletas que são bem cuidados (não todos por questões financeiras, porém a grande maioria que tem dinheiro), com acompanhamento médico especializado na área deste esporte. Sinceramente desculpa o comentário mais esporte "desumano" é o que nós brasileiros fazemos nas urnas é ver cidadão morrendo por falta de médico e pessoas carentes sem as condições ideais de edução. Abre a cabeça colega e abre os olhos para visualizar um mundo que há regras, é violento pela característica do esporte, porém possui limites e limites plausível de punição e controle caso descumprido. Comentário infeliz.

Titty disse...

O ser humano é um LIXO que só gosta de MERDA e PONTO FINAL.

Dimas Alves disse...

A ignorância é um grande problema mesmo e nossa sociedade.
Não estar em discussão as regras do esporte, mas sim o esporte? propriamente praticado.
Mesma raça (humanidade) se destruindo, força, brutalidade, sangue, dores. Isso é paz é legal?
è só ver a foto e pronto. Ela não diz outra coisa se não isso.

http://dcmcry.blogspot.com.br

Anônimo disse...

Vcs sao tds uns bestas.... Pior esporte da face da terra..... N tem nessecidadede estarem se matando por dinheiro..... Querem dinheiro,?? Vao trabbalhar q eh muito melhor...

Anônimo disse...

Acredito que o texto ta correto e clarissimo, as pessoas que não gostaram com certeza nunca fizeram nada que preste, sou Professor de Tae kwon Do, e sou contra esse tipo de anomalia, selvageria, ambiciosos que são escravos de brigas de rua,lutando por migalhas(Playboy de bosta) verdadeiros animais selvagens resumindo vadios.

Professor: Lee.

Frederico disse...

Parabéns! Texto perfeito! Essa sociedade decadente, alcoólatra, também está sedenta por violência. Essa porcaria que chamam de esporte, estará sempre condenada às madrugadas, pois a maioria das pessoas, de bem, jamais a aceitarão em horário nobre. Violência gratuita. Pessoas que amam e respeitam o próximo jamais endossarão essa selvageria dantesca.

LFTKD disse...

O MMA é uma luta como qualquer outra, seus lutadores treinam e são preparados pra esse tipo de combate... para comentar, discutir ou criticar é preciso ao menos conhecer o assunto. O autor não parece conhecer muita coisa sobre arte marcial, e se conhece não passa de teoria e conhecimento histórico. Vamos falar mal de coisas que merecem ser mal faladas gente, novela das 21h, reality shows e etc, esses sim nos influenciam negativamente.

Anônimo disse...

Fodam-se eles aceitaram lutar!

Anônimo disse...

Esse texto eh uma grande bosta...

Valdenor Oliveira disse...

A VIOLENCIA EM TODOS OS LUGARES. PQ NÃO CRIAR UM DEBATE SOBRE A VIOLENCIA NO TRANSITO, ONDE O GOVERNO NADA FAZ, UMA VIDA VALE UMA FIANÇA DE R$1.200,00 VAI NO TOTAL DE EMBRIAGUES AO VOLANTE MAIS DE R$5.000,00, A MAIOR VIOLENCIA ESTA NO MASSACRE DOS GOVERNOS E NINGUEM FAZ NEM FALA NADA.....

SGT ALVIN disse...

Tu deve ser uma bichona incubada

Anônimo disse...

MUITO BOM!!! NÃO OLHE AS MENSAGENS DOS ALIENADOS. PARABÉNS!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Leigo.

Anônimo disse...

Cara, que texto péssimo. Você mostrou claramente que não entende NADA de MMA, muito menos das regras do UFC. Sugiro da próxima vez que for escrever um artigo criticando um tema, pesquise e se informe sobre ele, para não falar tanta asneira quanto no texto acima. Uma pessoa desse é uma leiga PQP!!!!!

Sirlene disse...

Eu fico indignada com a Cultura deste povo, sao mesmo com os homens antigos da antiga Roma…vickings comendo um o sangue do outro....sanquinarios, ensinando os filhos a acharem que isto e normal, ate que eles mesmo estarao fazendo o mesmo com as pessoas afora e dentro das familias e como ensina-los nos games tendo toda a violencia, mas dizer e so games, eles nao praticarao, em todo o mundo vemos criancas matando os proprios familiares so para satisfarem a vontade de sentirem bons em algo, ou melhores do que os outros… Gente hipocrita, totalmente sem sentido e sem controle de si proprio, voces podem ter certeza, que todas as pessoas a favor disto, nao tem controle da propria vida, vive em bebedeiras, nao tem familia e se acham que tem estao…estao no engano total, pq nao admito que meus filhos e filhas menores assistam este tipo de violencia, por isso vivo fora deste pais que me da vergonha em tudo. A televisao e uma vergonha sem censura e sem senso nenhum. Comentario super aprovado!

Luciano disse...

Concordo plenamente com o texto e não consigo ver o MMA como um esporte por mais que seus defensores fiquem irados, xinguem e mandem que é contra ler mais a respeito mesmo que eles próprios não dão uma justificativa plausível para tamanha violência que existe nessa luta. As consequências para aqueles que praticam esse tipo de luta geralmente aparecem quando envelhecem e isso provado cientificamente vejam: http://noticias.terra.com.br/educacao/voce-sabia/lutar-boxe-pode-causar-danos-ao-cerebro,8e7cc4bdea737310VgnCLD100000bbcceb0aRCRD.html

Bento Stefan Moreira disse...

Macho quanta besteira.. Boxe é esporte de cavalheiros. kkk O Boxe deixa mais lesões e sequelas que o mma, o boxe MATA mais que o mma meu caro, é facdil falar essa ruma de besteira.. so quem sabe é quem luta, treinou, treina..

Kadu Miranda disse...

Não sei porque as pessoas acham bonito esse tipo de cena. A humanidade foi pro ralo. É mais comum as pessoas terem compaixão por animais do que pela própria raça humana, infelizmente. Briga de galo e tourada ninguém quer ver, cachorro machucado fazem mil protestos em facebooks e redes sociais, mas dois homens se matando pode. Isso é lindo, isso é bonito, isso é másculo, viril, esporte!! Sabe quanto isso é patético? Sabe quanto isso é desumano? E não é nenhum pensamento de viado como a maioria aí comenta. Talvez esse argumento seja utilizado como válvula de escape para justificar sua natureza bruta e cruel. Enfim, eu acho que a cabeça de alguns seres humanos está bem FUDIDA e seria ideal que cada um revisse o que apóia. Um brinde sangrento à vitória do UFC! Vamos assistir na globo, pedindo por sangue, como vampiros!

Anônimo disse...

SUPER CONCORDO COM O TEXTO, UMA DICA EXTREMAMENTE VÁLIDA É: VÃO ORAR, VÃO EXALTAR A QUEM TE COLOCOU NO MUNDO, TE DEU SAUDE E VIDA ETERNA,FOI MORTO POR VOCÊ.. QUEM MAIS FARIA ISSO POR VOCÊS?? RIDICULO VOCÊS FICAREM ACORDADOS E FAZENDO PLATEIA PARA O INIMIGO APLAUDIR, VIOLENCIA SIM.. DE DEUS QUE AQUILO NÃO É, E ESSE MONDO FOI FEITO SOMENTEEEEEEE PARA AGRADAR A DEUSSSSS!!! MAIS NADA!! IDIOTAS SAO OS HOMENS QUE SIM DISTORCEM A FINALIDADE DA SUA EXISTENCIA NO MUNDO.

Augusto Nunes disse...

Todo ser humano tem o direito do livre arbítrio, para esses homem, ATLETAS acima de tudo vem o respeito e a disciplina, atletas que superam seus limites e que são exemplos, nem todos são obrigados a serem grandes pensadores ou filósofos.

Anônimo disse...

O TEXTO FOI PERFEITO, PENA QUE NEM TODOS VEJAM COM BONS OLHOS...AO ESCRITOR DESTE ARTIGO DEIXO AQUI MEUS PARABÉNS!!!!

Marcelo Ribeiro disse...

Embora muitos tenham condenado o texto, é perfeitamente compreensível o que ele transmite: Mixed Martial Arts, não corrobora com o que na verdade o UFC transmite. MMA não tem a arte implícita no próprio nome. Para mim, UFC nada mais é que um clube da luta legalizado. Óbvio que muitos gostam, a violência é algo implícito na natureza humana, uns mais aflorados, outros menos, porém por mais sutil que ela seja, sempre fará parte do ser humano, cabe a ele não se deixar escravizar a ponto de se divertir às custas de cenas como as explícitas na foto do texto.

Daniel X. disse...

Texto pegando carona na polêmica depois da fratura de Anderson Silva...

Anônimo disse...

Que texto ruim cara, vai planta umas batata loco, sai da internet por favor.

Bruno Lopes disse...

Cada arte marcial tem história, uma filosofia, algo muito bonito. Porém, no UFC, isso é esquecido, não é levando em conta. O Jiu-Jitsu ("arte suave") foi criado por monges para defender seu frágil corpo. Aqui ele foi utilizado para desafiar e criar a discórdia entre as outras lutas por pura vaidade. Fui iniciante em boxe, jiu-jitsu, muay thai e MMA, mas sinto-me graduado suficiente para criticar essa promoção e premiação de violência em um "Coliseu de 8 paredes". No UFC não tem espaço para a filosofia que sempre quis seguir: "Quanto mais forte você ficar, mais gentil você será."

Anônimo disse...

Sou contra. A maioria tem merda na cabeça. Não dou audiência nenhuma! E se aparecer um idiota (maioria) querendo arrumar encrenca (grande parte) passo fogo e alego legitima defesa!

Que se matem orelhas de couve-flor! kkkk

MusSpelL disse...

Bom dia, vejo que o objetivo foi atingido.

Aqui direi oque acho: acredito que todo esporte é passivos de lesões, tbm acredito que nossa naturesa goste de ver semelhantes se pegando. Isso digo em todos os espectos. O texto do Flávio não está errado. Apenas 1 pouco mau expressado. Mas pensem 1 pouco, os animais são todos que discutem ou argumentam de forma ignorante sobre este assunto. Vamos gastar nossos argumentos ou discussões em 1 objetivo mútuo.

Um bom dia a todos.

MusSpelL

Will Belo disse...

Bom, sem querer ser agressivo, mas demonstrando minha simples opinião, antes de escrevermos algum tipo de texto para posta-lo na internet, devemos, no minimo, pesquisar sobre o assunto. Por mais que seja apenas uma opinião demonstrada, o que é totalmente aceitável e considerável, uma vez que nosso país é um país livre para expormos nossas opiniões, porem o texto acima demonstra uma total falta de conhecimento, tanto do MMA, quanto do boxe. Colocar as regras do boxe acima das regras do MMA e diz que são mais seguras e ainda dizer que os limites do boxe são mais eficientes do que o MMA, demonstra uma falta de conhecimento gigantesca de ambos os esportes e sem duvida anula completamente tudo que foi argumentado acima. basta uma simples pesquisa para perceber que o MMA proporciona a seus atletas muito mais segurança do que o boxe e até mesmo do que o futebol. Antes de me questionarem e me xingarem por esse comentário pesquisem e voltamos a conversar.
Segue abaixo um vídeo que demonstra um pouco do que foi escrito por mim: http://br.esporteinterativo.yahoo.com/blogs/nocaute/v%C3%ADdeo-pesquisador-explica-les%C3%A3o-anderson-silva-e-seguran%C3%A7a-155040830.html

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 209   Recentes› Mais recentes»